CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

:: BEN BROWN ::








Select from Portuguese to English, French, Spanish, etc





BEN BROWN

"Venham até à Nova Zelândia e divirtam-se à grande!"

Greymouth na Nova Zelândia, Costa Oeste, Março 2004. Ben Brown em acção!



Fala do seu país com um orgulho indisfarçável. É uma das grandes apostas da canoagem mundial e anda habitualmente na água com Steve Fisher, Pat Camblin, Corran Addison, Marlow Long, entre outros. Aos 27 anos, este neozelandês é mais conhecido na elite da canoagem mundial como um “extreme paddler” tais os desafios a que se propõe. Já visitou mais de 30 países com o seu kayak e tem uma predilecção por quedas de água portentosas e rios de classe “intransponível”. Aos 21 anos, já fazia parte da “NZ Freestyle Kayak Team” mas assume que a competição não faz parte das suas preferências. Prefere desbravar o Zambezi ou o Nilo Branco – dão-lhe mais pica. Graças aos patrocínios que o apoiam, farta-se de viajar por esse mundo fora e, de vez em quando, deixa que registem em filme as suas aventuras. Já trabalhou para algumas das melhores produtoras de vídeo do momento. Podemos vê-lo em filmes como o “End Game”, “Legendo of Falls” – produzidos pela “Imagine Inc.” de Corran Addison - e o “Sick Line III”. Entre estes patrocínios, figura a Red Bull, conhecida por apoiar desportistas que gostam de desafiar os limites. E Ben Brown é assim mesmo. Para esta entrevista, enviou-nos fotos fantásticas de uma surf trip que fez com Steve Fisher pela Nova Zelândia. Imagens de fazer inveja de um simpático kiwi (como são conhecidos os neozelandeses) que gosta (mesmo) muito de kayaks….

www.kayaksurf.net - Quando é que começaste a pagaiar?

BEN BROWN – Há 13 anos e espero que muitos mais.

Actualmente, és considerado por muitos como um “extreme paddler” (canoísta habituado aos desafios mais extremos)… porquê?

Dever ser porque, como eu faço mais descidas de rios do que propriamente “freestyle”, encaixo melhor nessa definição. Para além do mais, nessas descidas, gosto mesmo pagaiar até aos meus limites.

E kayak surf… quando é que começaste?

Pouco depois de começar a andar de kayak. Acho que é um excelente treino para as águas bravas visto ser um meio muito mais seguro.

Já correste por esse mundo fora mais de 30 países com o teu kayak e sempre a fazer águas bravas… aplicas ao kayak surf essa tua experiência de rios ou consideras que não é essencial?

Eu não digo que é “essencial” mas acho que é de grande utilidade para te ajudar a ser um canoísta mais experiente. Acho que seria fácil demais focalizarmo-nos numa só vertente da canoagem. Eu gosto de experimentar todas as vertentes deste desporto e dar o meu máximo.

Por falar em rios… o Zambezi continua no top das tuas preferências?

É definitivamente um dos que mais gosto… talvez coloque ao mesmo nível o Nilo Branco. É difícil encontrar rios com água quentinha e, ainda por cima, com rápidos enormes e grandes volumes de água.

As fotos (exclusivas) que ilustram esta entrevista foram tiradas no ano passado numa “surf trip” na tua ilha (Nova Zelândia) em que, para além de outros, estava Steve Fisher. Suponho que deve ter sido um espectáculo...

Essa surf trip aqui na Nova Zelândia foi fantástica. Fizemos rios incríveis, apanhamos ondas épicas e, no final, tudo ficou registado num documentário espectacular.

Mas os rios eram o objectivo único do documentário ou o kayak surf também fazia parte do vosso roteiro?

Sim, o nosso objectivo primordial eram os rios. No entanto, é difícil resistir a uma boa sessão de surf. O kayak surf que fizemos foi das coisas mais espectaculares da nossa “NZ Tour”.



Ben´s ride !

Em 2003, participaste em alguns filmes sobre águas bravas como “Burning Time” e o “New Reign”… gostaste de participar nestas produções?

Foi fantástico trabalhar com todo o pessoal que esteve envolvido nesses filmes. Foi, sem sombra de dúvida, uma honra ter trabalhado com o Scott Lindgren (www.slproductions.tv) e todo o seu staff (na Califórnia). Não há ninguém que conheça melhor os rios da Sierra Nevada como o Scott e ele deu-nos a conhecer locais incríveis. Também gostei de trabalhar com o pessoal da YGP (www.younggunproductions.com). Eles são muito bons e estão a fazer um excelente trabalho com o Freestyle e a levá-lo a níveis muito superiores.

Também trabalhaste com Corran Addison no “End Game” e “Legend fo Falls” – produzidos pela “Imagine Inc.” de Corran - e no “Sick Line III” das “Big O Productions”…

Sim, foram momentos inesquecíveis. Filmámos por toda a Europa onde gostei particularmente da Ilha da Córsega e da Noruega.

Na época 1999/2000 fizeste parte da selecção neozelandesa de Freestyle. Porque é que te desligaste este projecto?

Eu abandonei por completo as competições de Freestyle. Para além do mais, andava a acabar o meu curso na universidade e sempre preferia ir curtir para o Zambezi do que apostar nas provas de Freestyle. Quando estas provas voltarem a incluir as “Big Waves” e as provas de “Big Air”, voltarei a competir.

E acerca do kayak surf… como é que vai esta vertente da canoagem aí pela Nova Zelândia?

Por aqui, ainda é um fenómeno muito reduzido. Espero que o design dos novos kayaks que estão agora a surgir, contribua para o sucesso do kayak surf na Nova Zelândia.

E numa visão mais global…

Acho que se vai passar o mesmo. Tudo passa pelos novos conceitos de surf kayaks. No passado, dava-me a sensação que os kayaksurfers não tiravam todo o potencial que as ondas possibilitavam devido aos kayaks que usavam. Acho que agora já conseguem sacar manobras mais dinâmicas que aproveitam a potência da onda. Tudo depende do kayak que usam. O futuro são os aéreos e as manobras rápidas.

Já alguma vez participaste em alguma prova de kayak surf?

Infelizmente, só entrei numa ou duas mas gostei muito da experiência.

Qual é, para ti, o melhor kayak para surfar?

Eu gosto bastante do Nitro da RIOT. Apesar de ser um kayak de rio, é excelente para as ondas, principalmente, se for equipado com os finos. Agarra-se bem às paredes, explora bem as secções e nunca andei num kayak que voasse tão alto.

Riot Nitro - O eleito de Ben Brown

Qual foi o melhor spot onde apanhaste as tuas melhores ondas?

Raglan na NZ. Uma das esquerdas mais poderosas do mundo.

Praia de Ragland (NZ), famosa pelas suas esquerdas poderosas

E qual foi o maior susto que já apanhaste no mar…

Lembro-me de um dia em que um amigo meu deslocou um ombro e eu tive que o trazer a nado até à praia. O mar estava muito agitado – ondas à volta dos 4,5 metros. Vimo-nos numa situação muito complicada porque fomos arrastados até às rochas. Entretanto, alguém que nos viu chamou a Guarda Costeira mas nós lá nos conseguimos safar sozinhos…

Onde é que tu geralmente surfas?

Principalmente aqui pela Nova Zelândia, mas já fiz kayak surf tanto na Costa Oeste como Leste dos EUA. Também já andei pela British Columbia no Canadá, nas Ilhas Canárias e em Manly Beach na Austrália.

E para quando Portugal?

Ainda não mas espero muito em breve ir até aí!

O teu país é mundialmente conhecido – e até turisticamente promovido – como o “paraíso dos desportos radicais”. Subscreves esta ideia?

É difícil de responder, visto que, como nasci cá e estou habituado a viver sempre em acção, é perfeitamente normal para mim que assim seja. Eu acho que as pessoas têm essa imagem deste país porque nós, os neozelandeses, somos mesmo assim… nunca negamos uma aventura e adoramos a acção. O facto de coisas como o “bungy jumping” ou o “jet boating” terem sido inventadas cá, também ajuda a criar essa imagem!

Praticas outros desportos para te manteres em forma?

O kayak preenche, praticamente, todo o meu tempo apesar de que, quando tenho algum disponível, também faço windsurf. Para além disso, tento ir ao ginásio como suplemento à canoagem mas tenho andado um bocado preguiçoso…

Como é para ti a onda ideal para surfares com um kayak…

Eu gosto muito de uma grande point break (praia com fundo rochoso). Daquelas em que se apanham boas direitas, com muito speed logo no início, seguindo-se uma secção bem cavada e que, mesmo antes de quebrar, permita um grande aéreo.

Qual é a tua manobra favorita?

O Helix, sem sombra de dúvida. É muito rápido e dinâmico mas quando é realmente bem feito, parece tão suave…

Tu costumas andar com o Steve Fisher, entre outros grandes nomes da canoagem mundial. Destacas algum pelo seu estilo, personalidade, …

O Steve é o meu canoísta preferido. A sua habilidade natural, técnica, determinação e profissionalismo são inigualáveis no desporto. Também gosto bastante do Pat Camblin (canadiano de 22 anos que corre pela Liquid Logic) e do Marlow Long (norte americano de 21 anos que também corre pela Liquid Logic). Lideram uma autêntica revolução no Freestyle e ainda vão dar muito que falar.

O que é vais fazer neste 2005?

Estou a gostar bastante das produções de vídeo e acho que vou continuar a investir nesta área. Gosto muito de sentir o feed-back do pessoal que vê os vídeos com as nossas aventuras e, só por isso, vale sempre a pena. Para além disso, espero continuar a viajar e a pagaiar bastante!

Deixa-nos agora algumas sugestões para quem quer iniciar-se nas ondas com um kayak…

Experimentem. O mar não é um meio tão perigoso como um rio e por isso permite-nos mais erros que nos ajudam sempre a evoluir. Certifiquem-se sempre de que respeitam todos quantos andam na mesma onda. Aprendam as “normas do surf” para que sejam sempre bem recebidos na praia.

E as últimas palavras para os canoístas que por aqui passem…

Venham até à Nova Zelândia e divirtam-se à grande! Com toda a certeza!



Hooops....








Steve Fisher, Jared Mehan, Ben Brown e Greg Thomas no final de um dia memorável de ondas




Trabalho publicado em 12 de Janeiro de 2005

Texto - Luis Pedro Abreu

Fotos - Steve Fisher + Raffaello Bastiani





VISITA A SECÇÃO MEGA!





MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA GATH



MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA ROBSON





HOME
ORIGINS OF SURFKAYAK
GEAR
SIT-IN MODELS
SIT-ON-TOP MODELS
WAVE-SKI SECTION
GREAT INTERVIEWS!
PHOTOS
VIDEOS

HISTORY OF THE CHAMPIONSHIPS
MOVES
SURFKAYAKING RULES
CALENDAR OF THE CONTESTS
FULL REPORTS
NATIONAL RANKING
LINKS!
MORE LINKS

SURF ETIQUETTE
NEWS TEAM
COURSES AND FORMATION
GREAT PICS!
CREDITS
FORUM
NEWS SECTION
WEATHER & WAVES



Copyright 2006 Todos os direitos reservados - Luis Pedro Abreu

kayaksurf@gmail.com