CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

:: FEDERICO PIROLI ::







Select from Portuguese to English, French, Spanish, etc





FREDY

Um argentino louco por ondas!

Federico Piroli em prova no Mar de Plata - Argentina

Federico Piroli, ou Fredy, como é mais conhecido, é um veterano da canoagem argentina. Sempre viveu junto ao Atlântico, em Mar de Plata, e as ondas cedo o desafiaram. Começou pelo surf, passou para os kayaks e hoje, com 41 anos, reúne um palmarés invejável no kayak surf. Participou em dezenas de provas de mar e rio mas o kayak surf conquistou-o nos últimos anos. Participou este ano na prova de Mar de Plata graças à insistência do seu filho de alguns amigos. Fredy achava que já não tinha mãos para competir com os mais novos. Enganou-se. Sacou o primeiro lugar e deu show com manobras que demonstraram, acima de tudo, muita experiência e um grande domínio das ondas. Surfista ou kayaksurfer, do que Fredy gosta é mesmo do mar. De andar lá dentro. E de no fim da tarde, comer uns assados na praia com os amigos. Afinal de tudo… não é disso que todos gostamos?


ALGUMAS PARTICIPAÇÕES E TÍTULOS CONQUISTADOS:


1983 - Campeonato Marplatense de kayak – 3º
1988 - Campeonato Argentino de Slalom- San Rafael – Mendoza- 1º
1998 - Torneo de Kayak Surf Necochea – 4º
1998 - Torneo Argentino de Kayak Surf – Mar del Plata – 2º
1998 - Torneo Argentino de Rodeo – San Rafael – Mendoza- 5º
1999 - Torneo Argentino de Kayak Surf – Mar del Plata – 1º
1999 - Encuentro Internacional de Kayak – Mendoza – Potrerillos
2000 - Festival de Kayak Surf - Mar del Plata – 2º
2001 - Festival de Kayak Surf – Expression Session - Miramar
2001 - Encuentro Argentino de Kayak – Mar del Plata
2004 - Festival de Kayak Surf – Miramar- 2004 – 5º
2004 - Torneo Argentino de Kayak Surf – Waikik i- Mar del Plata – 6º
2005 - Encuentro Nacional de Kayak Surf – Mar del Plata – 1º



Fredy

www.kayaksurf.net - Quanto é que começaste na canoagem…

FEDERICO PIROLI – Comecei a andar de kayak por volta de 1983, tinha eu 18 anos mas o meu primeiro contacto com um kayak foi aos 13 anos. Encontrei uma foto de um canoísta a descer um rio de águas bravas e essa foi sempre a foto que coloquei na capa dos meus cadernos da escola. Mal vi pela primeira vez um kayak, comprei-o.

Consideras essencial a experiência da canoagem em rio para a prática do kayaksurf?

Sim, parece-me fundamental e graças à evolução que os kayaks têm sofrido, também podemos aproveitar a experiência das provas de Freestyle e aplicá-la ao kayak surf.

E sobre a tua experiência… vejo que começaste nas águas bravas e só depois o kayak surf. Achas que essa é a melhor estratégia para chegares até às ondas de mar?

Na verdade, até comecei por praticar canoagem no mar porque vivo numa cidade com praia…

E surf… tens alguma experiência?

Sim, com 16 anos surfava nas praia de Mar de Plata com um grupo de amigos mas, naqueles tempos de governações militares, toda a prática desportiva era dificultada porque existiam restrições horárias para o uso das praias e algumas até eram proibidas. Há cerca de três anos, comecei de novo nas longboards.

O que pensas dos kayaksurfers, como o campeão mundial de 2003 John Grossman, que defende a prática do surf como fundamental para o kayak surf?

Sim, é fundamental. Há uns dez anos atrás, enquanto surfávamos com os kayaks compridos da Perception, eu e um amigo olhávamos para os surfistas e, enquanto víamos aquelas manobras, só pensávamos em adaptar os nossos kayaks de forma a conseguir fazer aquilo – coisa que ficou solucionada assim que surgiram os kayaks mais curtos. Os de hoje, não têm nada a ver como os que usávamos. É muito importante saber surfar e pagaiar para unir todas as manobras possíveis. Nota-se bem quando vemos canoístas na água que sabem surfar, como o Jorge Anchorena (já entrevistado pelo kayaksurf.net). A agressividade que demonstram a surfar uma boa onda, demonstra bem a prática dos dois desportos.

Então que sugestões dás para quem se quer iniciar neste desporto?

As pessoas que tencionam iniciar-se neste desporto só devem ter em conta uma coisa – divertir-se. Desta forma, irão superar as dificuldades de uma forma mais natural e sem receios.

Como descreves a tua vitória no campeonato argentino de kayak surf deste ano?

Foi algo de estranho porque não queria competir mais. Organizei várias provas com um grupo de canoístas e tivemos muito êxito dadas as repercussões. Apesar de o nosso país ser muito extenso, chegaram canoístas de todas as regiões, dos rios caudalosos de montanha, das águas planas e do mar. Em todas competi e cheguei a conquistar vários primeiros prémios. Por cansaço e afazeres do trabalho, deixei de organizar essas provas, pois a canoagem sempre foi um hóbi para mim e, como não tinha tido tanto êxito nas últimas provas, pensei que estava na hora de deixar de competir. Para além do mais, tenho 41 anos e os canoístas mais jovens têm mais condições, não só físicas como também técnicas. No entanto, com a insistência e fé do meu filho, Franco, com o qual surfo todos os dias, e do meu amigo José Luís, lá me convenceram a inscrever-me. Foi por tudo isto que fiquei muito surpreendido ao verificar que, afinal, ainda podia chegar ao pódio e, ao mesmo tempo, continuar a desfrutar do meu desporto favorito sem pensar unicamente em vitórias. Para mim, o mais importante deste desporto, sempre foi conviver com gente fanática como eu, num bom dia de ondas com cerveja e música.

Fredy de novo em acção

Concordas com o actual sistema de pontuação da Associação Mundial de Kayak Surf que separa os kayaks em IC (clássicos) e HP (freestyle)?

Ainda que esteja em desacordo com algumas pontuações específicas, considero que é necessário fazer a distinção entre os clássicos (IC) e os freestyle (HP).

E sobre o Mundial da Costa Rica... tens esperanças de ir até lá representar a Argentina?

Já que me perguntas, claro que tenho muita vontade em ir. Estive três meses a surfar na praia e fui até uma região do meu país fazer uns rios (com 11 amigos), só que agora… chegou a hora de trabalhar!!

E como estão os apoios financeiros para este deporto? Tens patrocínios ou apoios?

O meu único apoio financeiro é o da minha esposa que me suporta as viagens, compras de equipamento. Quero com isto dizer-te que, se me acaba este patrocínio, fico sem hóbi

Como te treinas para as competições?

Não me preparo especialmente, só procuro passar o maior tempo possível dentro de água. Possuo uma condição física quase inata, pois não faço dietas especiais nem treinos personalizados. Como com os meus amigos canoístas muitos assados e bons vinhos.

Praticas outros desportos?

No Verão, faço surf com o meu filho e snowboard no Inverno. Comecei há um ano a praticar pesca com “mosca” e adoro BTT.

Super Ego da Dagger - o favorito de Fredy

Agora sobre kayaks... qual o teu preferido para as ondas?

Neste momento, ando num Super Ego da Dagger, não é um kayak rápido mas, o meu critério, é ter um bom kayak para me divertir no rio e no mar. Cheguei à conclusão que é preferível sacrificar a velocidade pelo conforto já que assim, posso andar no kayak entre 3 a 4 horas sem dores nos pés. Posso dizer-te que meço 1,83m e peso 87 kg. Para além do mais, é um kayak que gira muito bem e com o qual consigo fazer todo o tipo de manobras.

Onde costumas surfar?

Surfo nas praias a sul de Mar de Plata. A principal é a de Waikiki, onde se juntam todos os kayaksurfers, mas o melhor spot é “La Paloma” ou “Chapadmalal”, que fica mais a sul. Há lá ondas de 2 a 3 metros super velozes que fazem grandes tubos.

Já surfaste em Portugal?

Nunca tive a oportunidade de viajar até à Europa. Estou a organizar, brevemente, uma viagem a Espanha, pois o meu amigo Martín Grondona – uma referência da canoagem argentina – está lá a viver e assim, poderia conhecer a tua terra.

Como está a o kayaksurf na Argentina?

Acredito que alguns jovens argentinos estejam ao nível dos melhores kayaksurfers mundiais. O maior problema que têm hoje, é devido à crise económica da qual estamos a sair. Devido a este facto, escasseiam os apoios e, para além disso, as empresas não estão interessadas em patrocinar a canoagem. Como a nossa moeda está muito desvalorizada, é muito difícil viajar parta o exterior.

E como vês este desporto a nível mundial?

Acho que está a crescer de uma maneira interessante, sobre tudo nas Europa e nos EUA, onde há mais e melhores acessórios e mais possibilidades em viajar.

Qual a melhor recordação que guardas das competições em que já entraste?

As melhores recordações que tenho são do ano de 2004. Não cheguei aos quartos de final mas emocionei-me quando todos os meus companheiros me felicitaram pelo meu desempenho.

Federico Piroli

Qual o maior susto que já apanhaste no mar?

Uma vez, por volta de 1990, enquanto surfava em “Mar Chiquita”, que é uma pequena vila balnear que fica a 35 km do local onde vivo, apareceram tubarões. Acho que me classifiquei para os olímpicos tal foi a velocidade com que remei para sair da água.

Como descreves a onda perfeita para surfar com um kayak?

A onda perfeita é: com um mar limpo, uma onda que não tenha mais de dois metros, que te permita surfar com a energia necessária para desenvolver as manobras que quiseres.

E páginas como esta, que contributo podem dar ao kayak surf…

Acho fantástica a oportunidade que a Internet nos dá porque é a única maneira de, fanáticos como eu, se conhecerem e comunicarmos de alguma forma. Parece-me importante dar oportunidade a todos, e não só aos grandes craques internacionais - aqueles que vemos nas revistas onde nunca apareceremos ou em grandes vídeos que hoje se produzem. Claro que é graças a estas figuras de primeira linha que aprendemos as novidades deste desporto mas gosto bastante da Internet porque nos possibilita o contacto com qualquer canto deste mundo.

Quais os projectos mais próximos que tens para o kayak surf?

Continuar a surfar com os meus amigos e, ao entardecer, comer uns assados na praia.



Várias de Fredy que vão desde as águas bravas até às ondas de Mar de Plata





Trabalho publicado em 01 de Junho de 2005

Texto - Luis Pedro Abreu

Fotos - Arquivo pessoal de Federico Piroli + Dagger





VISITA A SECÇÃO MEGA!





MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA GATH



MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA ROBSON





HOME
ORIGINS OF SURFKAYAK
GEAR
SIT-IN MODELS
SIT-ON-TOP MODELS
WAVE-SKI SECTION
GREAT INTERVIEWS!
PHOTOS
VIDEOS

HISTORY OF THE CHAMPIONSHIPS
MOVES
SURFKAYAKING RULES
CALENDAR OF THE CONTESTS
FULL REPORTS
NATIONAL RANKING
LINKS!
MORE LINKS

SURF ETIQUETTE
NEWS TEAM
COURSES AND FORMATION
GREAT PICS!
CREDITS
FORUM
NEWS SECTION
WEATHER & WAVES



Copyright 2006 Todos os direitos reservados - Luis Pedro Abreu

kayaksurf@gmail.com