CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

:: JOANA AUGUSTO ::







Select from Portuguese to English, French, Spanish, etc






JOANA AUGUSTO

Vencedora no Campeonato de Peniche


Manobras como este loop fizeram de Joana Augusto a sensação deste Campeonato




Foi considerada por muitos como a revelação da prova deste ano em Peniche. Rápida, eficaz na técnica e destemida, Joana Augusto demonstrou ao longo da prova que, apesar dos seus 20 anos e de somente praticar canoagem há escassos meses (!!), veio para ficar. A bordo de um inovador Zelezny IGO, a canoísta de Almada - que até é proprietária de uma loja de material para canoagem de nome Pagayak - tem certamente muito a dar ao kayak surf e à canoagem em geral. Os 24 pontos que sacou na final, confirmaram que, apesar de só ter uma "adversária" durante toda a prova, facilmente alcançaria um lugar cimeiro se a classificação não incidisse na clássica divisão masculinos e femininos. Nada mau para uma primeira participação em provas. Parabéns Joana!

www.kayaksurf.net - Quando é que iniciaste nestas andanças da canoagem...

JOANA AUGUSTO – Comecei em Janeiro deste ano a aprender a esquimotar e nessa primeira fase treinei em água parada.

E o Kayaksurf?

Comecei a meio de Março, na Fonte da Telha.

E com que frequência fazes kayak surf?

Tento sempre fazer todos os dias, mesmo quando não há ondas! É sempre bom treinar em água parada a técnica: apoios, manobras verticais, as várias maneiras de esquimotar...

Consideras importante a experiência de rio para o mar ou vice-versa?

Como só desci uma vez rio, posso dizer-te que no mar ganha-se bastante "traquejo" a nível geral: tanto na forma física, como a nível de confiança com a água, o que é bastante importante também no rio.

Apesar de ainda só contares com essa descida, quais as diferenças fundamentais que apontas entre esse tipo de canoagem (águas bravas) e as ondas?

O sal! (risos). O facto de só ter descido rio uma vez, deixa-me pouco habilitada para responder a esta pergunta, embora sinta que a maior diferença seja na leitura do rio em relação ao mar.

Então e sobre o kayaksurf... quais as condições que consideras essenciais para a prática desta vertente da canoagem?

Principalmente que goste do mar e que se sinta a vontade com a água para poder estar em sintonia com a modalidade. Claro que é essencial saber nadar, e aprender a esquimotar o mais rapidamente possível! A nível de equipamento, nunca se deve menosprezar a segurança, levando sempre todo o equipamento necessário.

E sobre material... que kayak eleges para surfares nas ondas?

Sou um bocado suspeita, mas como já tive 2 kayaks (Siren e Transformer T1 da Wave Sport) posso dizer-te que o Igo da Zelezny (FOTO AO LADO) é um kayak super rápido e com um carving incrível. Para quem gosta de aéreos, é o kayak ideal!

Qual tua manobra favorita?

O "loop"! Já fazia mortais nas aulas de acrobacia, e achava incrível poder fazê-los com um kayak!

E sobre estilos e manobras... Quais os teus canoístas de eleição?

Tirando o meu marido =), gosto muito da onda do Eric Jackson principalmente pela descontra, disponibilidade e o gosto pela modalidade! A nível técnico gosto muito do Ken Whiting. (Podem visitar a página dos LINKS1 onde está o acesso directo aos sites destes craques).

E agora sobre Peniche... tinhas alguma ideia formada sobre o que irias encontrar?

Não sei muito bem pois não tinha noção das pessoas que praticavam kayak, e surpreendeu-me pela positiva ver tanta gente a andar já tão bem na prova de Peniche. Espero que continue a crescer e que mais pessoas queiram experimentar, para que esta modalidade se possa dar a conhecer em maior expansão..

E qual foi o significado pelo primeiro lugar na prova de Peniche? Surpreendida ou congratulada após muito treino?

Fiquei bastante surpreendida, não fazia ideia de como seria participar... estava nervosa e tudo! Fiz muito poucas ondas grandes onde pudesse ter a certeza do meu nível em KayakSurf. Claro que é óptimo ficar em primeira, principalmente porque foi um incentivo ainda maior para querer fazer mais e melhor!

Consideravas concorrer em parceria com a ala masculina? É que havia muita gente a afirmar que, se tivesses concorrido a par com os homens, também alcançarias uma boa classificação...

Sim, considerava, se não houvesse possibilidade de concorrer na ala feminina, iria com certeza lutar pelo meu lugar na ala masculina.

Joana, para finalizar, que mensagem deixas para os canoístas que lerem esta entrevista?

Que pratiquem o máximo que conseguirem não se deixando vencer pela inércia que muitas vezes nos prende. O importante é a disponibilidade mental para uma boa evolução a nível prático. Andar de kayak não chega, tem de haver paixão em aprender e curtir sempre mais!


Trabalho publicado em 15 de Setembro de 2004

Texto - Luis Pedro Abreu

Fotos - www.activ-photo.com e LP Abreu





VISITA A SECÇÃO MEGA!





MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA GATH



MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA ROBSON





HOME
ORIGINS OF SURFKAYAK
GEAR
SIT-IN MODELS
SIT-ON-TOP MODELS
WAVE-SKI SECTION
GREAT INTERVIEWS!
PHOTOS
VIDEOS

HISTORY OF THE CHAMPIONSHIPS
MOVES
SURFKAYAKING RULES
CALENDAR OF THE CONTESTS
FULL REPORTS
NATIONAL RANKING
LINKS!
MORE LINKS

SURF ETIQUETTE
NEWS TEAM
COURSES AND FORMATION
GREAT PICS!
CREDITS
FORUM
NEWS SECTION
WEATHER & WAVES



Copyright 2006 Todos os direitos reservados - Luis Pedro Abreu

kayaksurf@gmail.com