CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!


CLICK!
:: JOÃO ROXO ::







Select from Portuguese to English, French, Spanish, etc









João Roxo

Campeão Nacional de Kayaksurf SOT 2007

João Roxo - Foto: João Lobo

Natural de Coimbra, João Roxo vive e trabalha na Figueira da Foz onde é chefe de armazém na área farmacêutica. Já anda na canoagem há quase 10 anos mas foi só em finais de 2006 (!!) que começou a surfar na classe que o viria a catapultar para campeão nacional da modalidade. O Circuito Nacional de Kayaksurf deste ano contou, pela primeira vez, com a classe dos sit-on-top (SOT) em que os kayaks são abertos na parte superior. Roxo contou com a preciosa colaboração do primeiro e único surfkayak SOT produzido no nosso país até ao momento – o Shark da RPF. Confrontado com o surf que este modelo permite, João Roxo depressa se adaptou a um modelo de kayak que há muito ansiava ver nas ondas – uma aproximação entre os wave-skis e os surfkayaks fechados. E para ano de estreia do Shark, não podia exigir mais, senão vejamos… depois da participação e estreia com o SOT da RPF na Kayaksurf Session da Figueira da Foz, em Abril, Roxo participou em todas as provas do circuito nacional de kayaksurf deste ano. Os resultados falam por si: Praia Grande, Sintra-1ºlugar, Barra, Aveiro-2º, Amoreira, Aljezur-2º e Baleal, Peniche-3º . Pelo meio, ainda entrou na Kayaksurf Cup do Ocean Spirit de Santa Cruz onde sacou o terceiro lugar. Como spots de eleição, elege qualquer uma das praias da Figueira da Foz e o BTT também lhe costuma ocupar os fins de semana. Depois desta conquista em ano de estreia, João Roxo só espera ver para o ano mais SOT a competir nas nossas ondas!


João Roxo - foto: kayaksurf.net

www.kayaksurf.net - Olá Roxo. Ainda me recordo de fazermos umas surfadas na Figueira com o teu sit-in. Os SOT são, regra geral, mais fáceis para o início da modalidade no entanto, o teu Shark é bem diferente dos SOT que estamos habituados a ver nas ondas. Como surgiu este surfkayak?

JOÃO ROXO – Foi um mero acaso, pois o "leitinho"Rui Fonseca da RPF tinha esta ideia há algum tempo e quando a concretizou eu fui experimentar o protótipo, achei que era aquele tipo de kayak, que eu já algum tempo procurava (o intermédio entre o sit-on-top de plástico e o wave-ski).

E sobre as outras classes... tencionas participar alguma vez?

Como já disse anteriormente ,este kayak surge da necessidade de haver um kayak que seja o intermédio entre o tradicional sit-on-top e o wave, pois permite-nos uma boa surfada e agilidade do wave e alguma estabilidade do de plástico (digo alguma pois é necessário praticar um pouco mais do que nos de plástico que são mais estáveis).

Como é que vês o futuro do kayaksurf no nosso país?

Acho que vai continuar a crescer, pois é um desporto muito agradável (relativamente acessível monetariamente) e se recuarmos alguns meses temos a prova desse crescimento na Kayaksurf Session, pois estiveram muitos kayaksurfistas na água, situação que há alguns anos não seria possível, vê-se logo daí o meu optimismo perante a modalidade e o seu futuro (eu já ando a treinar os meus filhotes o João Pedro e o Manel).



João Pedro e Manel - futuros craques!



Tu fizeste o circuito nacional todo este ano. Pontos positivos e aspectos e melhorar que salientas...

Logo de muito positivo é o esforço de todos os que trabalham nestes eventos para que sejam possíveis (respectivos patrocinadores cada vez mais raros) a melhorar gostaria de ver um resgate rápido e eficiente a acompanhar este mesmo circuito, pois para que de futuro não hajam dissabores.

E em relação aos júris. Como deve ser o júri ideal para uma prova de kayaksurf?

Em relação ao júri da gostei da forma como foi escolhido o júri do Ocean Spirit, pois tínhamos não só uma avaliação da parte de quem conhece bem o kayak, mas também de um bom surf (prancha),assim se conseguiu o equilíbrio entre a técnica e a dificuldade, que é surfar num kayak.

O Shark veio, de facto, inovar na classe dos SOT. Quais as diferenças fundamentais que apontas entre este modelo e os tradicionais SOT de plástico...

Sem dúvida o shark veio mexer com esta classe de kayaks, a maior diferença é que consegues ter uma rapidez e agilidade que nos sot tradicionais não é possível.



João Roxo e o seu Shark da RPF Fotos: kayaksurf.net



Esperavas este ano chegar ao topo do circuito nacional?

Não, porque esperava uma maior adesão por parte dos wave-skis e o Shark como qualquer outro sot é menos espectacular que um wave e esperava que houvessem mais participantes, visto que há um grande número de sots a surfar pelas nossas praias.

Contando com o kayaksurf, já são três as classes que estão em prova - estilo livre, sit-on-top e kayaksurf. Concordas com estas divisões numa modalidade tão recente?

Sim, assim permite um maior número de participantes apesar de, como já referi, me identificar mais com o puro surf e não tanto com o estilo livre.



Roxo a surfar na Kayaksurf Session da Figueira da Foz - Abril 2007 Foto: João Lobo



Depois destes anos de kayaksurf, qual foi o maior susto que já apanhaste nas ondas?

Foi nas ondas não num kayaksurf, mas sim num kayak de mar em que decidi sair na praia de buarcos junto ao "Bar Costa". O mar estava grande e quase ao chegar à praia uma onda virou-me e tirou-me a pagaia da mão e quando fui à procura da alça para me ejectar não a encontrava e a somar a isso fiquei com a mão presa numa rede que tinha à frente para transportar comida e bebida. Resumindo tive que parar para pensar e lá me desenrasquei (foi no limite). A rede claro já a tirei, pois foi ela que me escondeu a alça e me descolou uma unha.

Tens algum kayaksurfista que admires mais pela sua técnica, performance…

Gostei muito de ver o surfar clássico do Jonny Bingham e do Dessie McGlinhey e da simpatia de ambos, mas falando dos nossos kayaksurfistas o André Pinto e o Paulo Lopes, pois não poderia deixar de referir com quem tenho o prazer de surfar algumas vezes na Figueira e que aprendo sempre mais qualquer coisa,"obrigado Paulo".



João Roxo. Foto: João Lobo



Sites favoritos de canoagem:

Sem dúvida o kayaksurf.net e Playak, mas também gosto da canoagem.online pois este último também com a vertente do kayak de mar e águas bravas.

Os teus spots favoritos para surfar...

Figueira com os vários spots, mas gostei também muito do Baleal e Aveiro.



Spots favoritos do Roxo: Baleal (Peniche), Cabedelo (Fig. da Foz) e Barra (Aveiro)



Surf trip por fazer...

Poderíamos voar para longe mas para quê se temos uma costa linda e por descobrir. Já agora se me permites lanço daqui um desafio para que todos coloquemos no kayaksurf novos spots nacionais com respectivas fotos para que possamos aumentar o leque das escolhas.

Não gostaria de finalizar este diálogo sem deixar de focalizar que tudo isto não seria possível sem o conhecimento técnico do Rui Fonseca "Leitinho"e da paciência da minha mulher e dos meus filhos."Obrigado a todos".

Obrigado Roxo! Grande abraço e boas ondas.




Roxo & amigos durante o Circuito Nacional de Kayaksurf 2007






Trabalho publicado em 12 de Outubro de 2007

Texto - Luis Pedro Abreu

Fotos - kayaksurf.net + João Lobo







VISITA A SECÇÃO MEGA!





MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA GATH



MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA ROBSON





HOME
ORIGINS OF SURFKAYAK
GEAR
SIT-IN MODELS
SIT-ON-TOP MODELS
WAVE-SKI SECTION
GREAT INTERVIEWS!
PHOTOS
VIDEOS

HISTORY OF THE CHAMPIONSHIPS
MOVES
SURFKAYAKING RULES
CALENDAR OF THE CONTESTS
FULL REPORTS
NATIONAL RANKING
LINKS!
MORE LINKS

SURF ETIQUETTE
NEWS TEAM
COURSES AND FORMATION
GREAT PICS!
CREDITS
FORUM
NEWS SECTION
WEATHER & WAVES



Copyright 2006 Todos os direitos reservados - Luis Pedro Abreu

kayaksurf@gmail.com