CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

:: KATIE SMITH ::











Katie Smith

Vencedora da Taça do Mundo de Kayaksurf 2006


Katie Smith a competir em Peniche - Taça do Mundo / Outubro 2006


Katie Smith

O kayaksurf surgiu quase por acréscimo na vida desta paramédica de 24 anos nascida na Austrália. Enquanto namorava com o actual marido – Demany, que possui larga experiência em canoagem – os kayaks foram fazendo, também, parte da sua vida. Andou seis meses na preguiça para aprender a esquimotar e só depois se iniciou em pequenos rios. O bichinho ficou e o vício dos kayaks foi ganhando terreno. Katie Smith, que até nasceu num país de grandes tradições surfistas, considera-se uma norte americana de corpo inteiro e já representou os EUA, Costa Oeste, no Campeonato Mundial de Kayaksurf de 2005 na Costa Rica. Se no início sentia alguma falta de motivação, hoje, Katie e o marido, fazem os possíveis para saírem mais cedo dos seus trabalhos para irem fazer umas ondas de kayak. Em 2005, já revelou um sentido competitivo apurado ao conseguiu um segundo lugar em IC na disputada prova de Santa Cruz. Esta classificação valeu-lhe um passaporte para a selecção da Costa Oeste dos EUA. Foi sétima em IC na Costa Rica mas foi em 2006 que arrecadou as maiores conquistas da sua curta carreira competitiva. Não menosprezando o título de Campeã Mundial por equipas que ajudou a conquistar na Costa Rica em 2005, Katie foi este ano primeira nas duas classes em Santa Cruz e em San Simeon, na Califórnia. Para coroar este ano fantástico, acumulou mais um primeiro lugar: foi a vencedora da Taça do Mundo de Kayaksurf disputada em Portugal (Peniche). Depois de um ano em cheio, aqui fica o balanço que Katie fez para o kayaksurf.net.


KAYAKSURF.NET - Olá Kate. Como é que o kayaksurf surgiu na tua vida?

KATIE SMITH – O meu marido, Demany, pediu-me que eu começasse a surfar antes de se casar comigo! OK, não foi bem assim mas comprou-me uma série de material de canoagem enquanto namorávamos e até me levou a um lago onde me ensinou a esquimotar. Eu não andava muito motivada e foi só passados seis meses que, após aprender a esquimotar, fiz finalmente os meus primeiros rios classe II. Mais tarde, demos por nós a ir para as ondas durante a semana após o trabalho! E como sempre adorei o mar, rapidamente me iniciei no kayaksurf!


US WEST TEAM


Desde quando é que fazes parte da Selecção de Kayaksurf da Costa Oeste?

Desde Fevereiro de 2005 aquando do Campeonato Mundial na Costa Rica que decorreu em Outubro.

As melhores recordações que guardas dessa participação na Costa Rica…

Foi na praia onde decorria a prova quando vi o Dave “the wave” Jonhsnton a apanhar a maior onda do campeonato no último heat dele a contar para a equipa. Eu e o resto da equipa estávamos na praia a gritar e a apoiar o Dave. Parecíamos a maior selecção do mundo! Mais tarde, ganhámos o título (Selecção Campeã do Mundo), e isso só veio comprovar de que estávamos certos!

E nesta Taça do Mundo… esperavas (também) chegar o título de Selecção vencedora?

O meu surf tem evoluído bastante desde o último ano na Costa Rica. Tenho-me sentido muito bem a surfar e estava confiante de que iria fazer uma boa prova.

Agora, acerca da tua prova em Portugal… apercebeste-te de que tinhas ganho o título mal acabaste o heat?

Eu senti-me muito contente pela forma como tinha surfado. Sabia que tinha tido um bom heat com 3 ondas muito boas e ansiava que isso fosse o suficiente! Nunca tentei adivinhar se tinha ou não ganho o heat porque tu nunca sabes! Tive que esperar até à cerimónia final e isso quase me matou de nervos!



Katie a competir em Peniche - Taça do Mundo / Outubro 2006


O que é que achaste de Peniche?

Eu simplesmente adorei! As ondas deram-nos muito gozo e eram do tipo ideal para uma competição muito dinâmica! Foi incrível termos ficado alojados mesmo junto à praia. Isso facilitou toda a prova e tornou as coisas muito descontraídas! Achei o máximo termos tido aquele navio enorme na praia (um cargueiro que tinha dado à costa)! Deu para umas fotos espectaculares!

E sobre Portugal…

Eu apaixonei-me por Portugal. Pessoas incrivelmente simpáticas, comida deliciosa, excelente clima e uma paisagem espectacular. Portugal é, sem sombra de dúvida, um país que quero visitar de novo e passar algum tempo a explorar.

Ainda fazes águas bravas?

Eu procuro fazer doses equilibradas entre águas bravas e kayaksurf, mas prefiro o kayaksurf! Habitualmente, faço águas bravas na Primavera e no Verão e depois, surfo durante o Outono e o Inverno quando o swell está maior. A Califórnia é um excelente sítio para seres canoísta porque, durante todo o ano, há sempre um rio para descer ou um bom swell para surfar.


Katie Smith


E achas que a experiência das águas bravas é necessária para o kayaksurf ou consideras que, por exemplo, a experiência do surf (com prancha) é melhor para evoluir neste desporto?

Eu acho que quanto mais experiência tiveres em qualquer desporto, mais dinâmico ficarás como kayaksurfista. As águas bravas mantêm-te física e psicologicamente forte. O surf de prancha proporciona-te uma melhor ligação com o mar e ajuda-te na leitura das ondas e na técnica necessária para saber surfá-las. Eu sou da opinião de que temos que ter sempre outros desportos para praticar. Não acho que a experiência de águas bravas ou surf seja necessária para o kayaksurf mas acho que fazem evoluir mais!

Na tua opinião, como é que vês a evolução dos novos surfkayaks? Inovadores?

Eu ando muito entusiasmada com as recentes evoluções no design dos surfkayaks! Acho que os designers estão a surgir com ideias realmente inovadoras e o comportamento dos novos surfkayaks assim o comprova. Os surfkayaks estão a ficar mais rápidos, curtos, leves e mais agressivos do que nunca. Espero que esta evolução se mantenha! Estes novos modelos estão a proporcionar um inovador e mais excitante estilo de surf! Grandes manobras e grandes aéreos!


Taça do Mundo 2006


Como é que vês esses “grandes aéreos”? Há uns anos nem se imaginavam…

Eu adoro ver grandes aéreos. Os ingleses são particularmente bons nessas manobras! Gosto muito de ver kayaksurfistas como o Chris Harvey e o Darren Bason a elevar este desporto a níveis nunca alcançados. Acho mesmo que o futuro do kayaksurf está mesmo aí – nas manobras aéreas! Pessoalmente, sonho em conseguir sacá-los! Talvez um dia!

Este ano, em Mundaka (como sempre), o júri do campeonato era constituído por pessoal do surf (de prancha). O que é que achas desta ideia – também defendida por Darren Bason - em recorrer a surfistas para ajuizar provas de kayaksurf?

Eu e o Demany já organizámos algumas competições e recorremos a júris de provas surf. São excelentes a pontuar as manobras mais inovadoras e também são imparciais porque não conhecem nenhum dos competidores! Cheguei à conclusão de que são muito cuidadosos e consistentes enquanto pontuam. A solução ideal, talvez seja uma mistura entre juízes de surf e de kayaksurf!


Katie e o seu REACTION


Qual é o teu surfkayak favorito para as ondas?

Eu já ando com o Reaction da Murky Waters desenhado por Vince Shay, há quase dois anos. O Vince emprestou-me o dele para uma “surf trip” pela costa californiana e, desde aí, fiquei rendida a este modelo. Vai ser muito difícil fazerem-me entrar noutro surfkayak. Até agora, foi o único surfkayak em que consegui reunir uma excelente estabilidade e, ao mesmo tempo, uma performance espectacular no surf!

O maior susto que já apanhaste no mar…

Um dia, apanhei uma onda das grandes numa zona da costa Norte da Califórnia com rochedos à esquerda. Mal comecei a surfá-la, arrependi-me e tentei sair mas não consegui e fui projectada contra a parede de rocha e o meu saiote saltou. É uma barreira de rocha muito perigosa, aguçada e bastante distante da praia. Tive que nadar até à costa e senti as minhas pernas dentro de água como se fossem isco para tubarão! Eu estava certa de que iria ser atacada! Podes escrever que eu NÃO gosto mesmo de tubarões?


“...senti as minhas pernas dentro de água como se fossem isco para tubarão!”


Há algum kayaksurfista que admires mais pela sua técnica ou estilo?

Eu admiro muito o Dave Johnson! Ele é tão modesto e humilde e, ao mesmo tempo, é um dos mais consistentes e talentosos kayaksurfistas que eu conheço! Tem um estilo impressionante a competir e eu aprendi imenso só de observá-lo. O Dave apanha sempre as maiores e melhores ondas para surfar e tem uma calma e paciência únicas durante os heats! É um excelente “leitor” de ondas e quando as apanha, dá show! Quando estou num heat e me sinto tentada a apanhar uma onda mais pequena, pergunto a mim mesma “O que é que o Dave faria?” E funciona! Também gosto muito do Chris Harvey pela sua grande dedicação a este desporto, pela sua infindável atitude positiva, pelo seu estilo de surf e incríveis aéreos!

Onde é que costumas surfar?

Eu, habitualmente, e dependendo do swell, surfo algures entre São Francisco e Santa Cruz. Os meus dois spots favoritos são Davenport Landing (a 15 minutos para Norte de Santa Cruz) e Cross Cove (um spot semi-secreto que fica a 30 minutos para sul de São Francisco).

Qual foi o melhor spot onde já surfaste até hoje?

Foi em Big Drakes (Costa Perdida, perto de Santa Bárbara) excluindo os surfistas pouco amistosos que por lá andam!


Davenport Landing - Um dos spots preferidos de Katie pela Costa Californiana


A tua manobra favorita…

A melhor manobra que consigo fazer é um “hitting the lip”. Aprendi há pouco tempo e acho que as miúdas do kayaksurf deviam experimentar! Tenho muito mais manobras de que gosto (como as manobras de finalização ou os aéreos) mas, primeiro, tenho que aprendê-las. O meu sonho é fazer uma manobra dessas um dia!

Conhecia esta página?

Sim, conhecia o site. É uma grande fonte! Continua o bom trabalho!

E em relação a Portugal… vamos ver-te outra vez por cá?

Sem sombra de dúvida! Eu ADOREI Portugal e ficarei deliciada quando aí voltar!

Últimas palavras para os que queiram iniciar-se no kayaksurf…

“Just do it!” É um desporto realmente compensador!

Obrigado Katie! Keep riding!


“O Dave (Johnston) apanha sempre as maiores e melhores ondas para surfar e tem uma calma e paciência únicas durante os heats!”

“Também gosto muito do Chris Harvey pela sua grande dedicação a este desporto, pela sua infindável atitude positiva, pelo seu estilo de surf e incríveis aéreos!”




SPONSORS DE KATIE SMITH

AT PADDLES + WAVE SPORT

Trabalho publicado em 23 de Dezembro de 2006

Texto - Luis Pedro Abreu

Fotos - www.foto-reportagem.com + kayaksurf.net




VISITA A SECÇÃO MEGA!





MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA GATH



MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA ROBSON





HOME
ORIGINS OF SURFKAYAK
GEAR
SIT-IN MODELS
SIT-ON-TOP MODELS
WAVE-SKI SECTION
GREAT INTERVIEWS!
PHOTOS
VIDEOS

HISTORY OF THE CHAMPIONSHIPS
MOVES
SURFKAYAKING RULES
CALENDAR OF THE CONTESTS
FULL REPORTS
NATIONAL RANKING
LINKS!
MORE LINKS

SURF ETIQUETTE
NEWS TEAM
COURSES AND FORMATION
GREAT PICS!
CREDITS
FORUM
NEWS SECTION
WEATHER & WAVES



Copyright 2006 Todos os direitos reservados - Luis Pedro Abreu

kayaksurf@gmail.com