CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!


CLICK!
:: MARTÍN LOPEZ ::








Select from Portuguese to English, French, Spanish, etc








Martín Lopez

O HOMEM DO KAYAKSURF ARGENTINO

Martin Lopez

Se página web existe que comunga da mesma paixão e objectivos em torno do kayaksurf à semelhança do kayaksurf.net, é a de Martín Lopez. Este argentino de 27 anos de idade, é desenhador gráfico de profissão mas surfista por paixão. Já anda de kayak há mais de 10 anos mas kayaksurf a sério, só mesmo há dois. Criou o site www.kayakmdq.com.ar onde publica toda a cena kayaksurfista de Mar de Plata. Não satisfeito com os kayaks com que andavam a surfar, Martín lançou-se a criar o primeiro surfkayak argentino – o Plaster. Para além destas actividades, Martín promove encontros e provas de kayaksurf sobre os quais escreve interessantes surf reports que vai publicando. Elege as praias argentinas de Waikiki, Cruz del Sur e do Cabo para surfar mas, como o próprio assume, basta existirem ondas e boa companhia para fazer um bom spot!


Martin Lopez

www.kayaksurf.net - Olá Martin... acompanho com muito interesse o vosso portal MdQ (que completou dois anos em Maio de 2007) e verifico que o kayaksurf está diferente na Argentina. Tu mesmo escreves que "Hoy, podemos decir vamos a SURFEAR"...". O que mudou nestes anos no vosso kayaksurf?

MARTÍN LOPEZ – Em Maio deste ano o kayakmdq.com.ar completou dois anos na net. É um projecto muito pessoal e, até ao momento, sem nenhum apoio económico. Claro que conto sempre com o apoio dos meus amigos quer seja com fotos que vão tirando ou artigos que escrevam (por exemplo, as clínicas de kayaksurf são realizadas por Leandro Perez – já entrevistado pelo kayaksurf.net). Tenho-me apercebido que é o portal latino-americano com mais mactividades específica sobre kayaksurf. Quando digo "Hoy vamos a surfear", é porque a mudança foi drástica e muito positiva. Até há muito pouco tempo, íamos para as ondas com kayaks de rio que não foram desenhados para surf e nada têm a ver com o kayaksurf. Como deves calcular, importar um surfkayak da Europa é muito caro para um argentino de classe média como eu e a solução veio de uma ideia praticamente utópica de Leandro Perez: criar o primeiro surfkayak argentino. Há quase dois anos que estamos a surfar com o nosso próprio surfkayak: O PLASTER.

E o projecto Jammin... em que medida influenciou o kayaksurf em Mar de Plata?

Acho que se gerou um bom clima de evolução a partir do nosso projecto ainda que, no princípio, não tenhamos recebido o apoio desejado… nem sequer dos canoístas mais chegados ao nosso grupo. Acredito que semeámos uma boa semente para que o kayaksurf em Mar de Plata cresça e se pratique como deve ser.



Martin junto ao seu PLASTER



Claro que sim! Há cada vez mais Plasters nas ondas mas... tens mais algum modelo novo da Jammin para breve?

Sim é verdade que há vários Plasters a surfar nas nossas ondas e estamos orgulhosos de contar com o apoio de Manuel Carignan e Fred Piroli (ambos entrevistados pelo kayaksurf.net), dois dos kayaksurfistas com mais experiência em Mar de Plata. Quero destacar que já temos um Plaster a surfar nas ondas do Chile. É Pablo Bozzolo de Viña del Mar – o primeiro chileno a fomentar o kayaksurf no seu país ao surfar as melhores ondas latino-americanas com um Plaster. Também Lorena Ledesma, a única kayaksurfista argentina a surfar com um surfkayak, anda com um Plaster. Planeámos começar um novo modelo durante o próximo Inverno e estamos com muita vontade de começar esse projecto.

Tens ideia de quantos praticantes de kayaksurf há em Mar de Plata?

Há muitíssima gente que se mete no mar com kayaks. Podemos dizer que é uma actividade muito praticada mas, se virmos só quem usa surfkayaks, são 15 ou 20 pessoas. Acreditamos que depois deste Verão seremos muitos mais.

E como vês a evolução deste desporto na Argentina?

Está a evoluir aos poucos mas da forma correcta, superando os erros. Parece-me que o facto de estar envolvido nesta actividade em crescimento, é o mais emocionante e gratificante. Nada seria assim se já estivesse tudo feito e sem nada para conquistar. As coisas não são fáceis nesta parte do Mundo mas há sempre gente com vontade de ver coisas novas. Isso é que é bom.


"...As coisas não são fáceis nesta parte do Mundo mas há sempre gente com vontade de ver coisas novas.

Isso é que é bom. "










Martin Lopez



Quantas provas/campeonatos de kayaksurf é que têm por ano?

Lamentavelmente, esse é um ponto menos positivo no nosso país. Realizaram-se campeonatos mas nenhum teve continuidade competitiva nem o apoio necessário por parte dos próprios participantes. Temos tido bons encontros de kayaksurf mas nenhum se pode definir como um verdadeiro campeonato. É por isso que não temos um ranking e campeões divididos por categorias. Como disse anteriormente, há muito trabalho a fazer e isso é o mais interessante. No Verão realizámos o Kayakmdq Festival. Contámos com mais de 40 inscritos, muito público na praia e, pela primeira vez, sorteámos um surfkayak entre os participantes. Programámos três etapas para o campeonato argentino de kayaksurf mas só uma se realizou e com poucos participantes.

E quanto a júris... quem constitui o júri nas vossas provas de kayaksurf?

Geralmente, são canoístas mas seria bom que participassem surfistas de prancha porque têm uma boa leitura das ondas. Também acho que o presidente do júri deva ser um canoísta.



Martin Lopez



Têm alguma ligação ou apoio da Federação Argentina de Canoagem?

Não, nenhuma. Mas sempre podemos contar com o apoio da Asociación Kayakistas Marplatenses (AKM).

Consideras ter atingido todos os objectivos com o portal MdQ?

Acho que sempre vou ter mais objectivos por alcançar com o kayakmdq. Até ao momento, tem-me dado muito gozo.

Tu és um dos elementos da NEWS TEAM do kayaksurf.net e o MdQ é um parceiro indicutível do kayaksurf.net... que pontos achas que os dois portais têm em comum?

O KMdQ e o kayaksurf.net são, sem dúvida, os principais promotores do kayaksurf na net. Não posso negar que o kayaksurf.net foi uma grande influência para o desenvolvimento e crescimento do KMdQ tal como para o kayaksurf em Mar de Plata. Acho que somos duas pessoas comprometidas com aquilo que gostamos.



Kayak MdQ & kayaksurf.net



Começaste na escola de canoagem de AKM. Um pouco de águas bravas e depois, kayaksurf. Há muitos praticantes de águas bravas na Argentina?

A Argentina é um país muito grande e com muitíssimos quilómetros de praias e muitos, muitos rios de excelente nível. As águas bravas já têm muitos anos na história do nosso país e está muito bem enraizada nos canoístas argentinos mas, se pagaias um kayak e vives perto do mar, é muito provável que te convertas num kayaksurfista viciado em ondas. E se vives na Patagónia perto de um rio, passava-se o mesmo – o rio seria a tua paixão. A Argentina e o Chile recebem muitíssimos canoístas estrangeiros nos seus rios todos os anos. Há muita actividade nesta área.

E os kayaksurfistas que conheces... têm mais experiência de surf (plancha) ou de kayaks de águas bravas?

São poucos os que têm experiência em surfar de prancha mas, os que a têm, são os que melhor surfam de kayak. A maioria tem alguma experiência de águas bravas mas não acho que isso seja necessário para surfar. Até acho que algumas das manobras das águas bravas são muito toscos para o kayaksurf.



Martin Lopez



Depois destes anos de kayaksurf, qual foi o maior susto que já apanhaste nas ondas?

Foi num dia de vento SE em El Cabo com ondas muito fortes. Ao passar a rebentação, houve uma que me rasgou o saiote e me sacou para fora do kayak. Fiquei no meio das ondas com o pontão de pedras ao lado. Por sorte, um amigo meu lá me sacou sem problemas.

Tens algum kayaksurfista que admires mais pela sua técnica, performance, ...

O talento de Jorge Anchorena, a técnica de Leandro Perez, a atitude de Manuel Carignan e o estilo de Cesar Paz - são quatro referência no kayaksurf nacional.

Sites favoritos de canoagem:

Kayaksurf.net y Kayakmdq.com.ar

Spots favoritos para surfar:

Qualquer um com ondas e amigos.

Waikiki, Cruz del Sur e El Cabo - As praias favoritas de Martín para surfar



Surf trip por fazer...

Estamos a planear ir até ao Chile no mês de Março. Também gostaría de surfar no Brasil.

Mensagem para todos os que ainda não experimentaram o kayaksurf...

Que experimentem sem dúvida alguma. É um desporto singular que, por sorte, ainda não entrou na moda. Aconselhem-se com gente que tenha experiência para dar os primeiros passos e respeitem sempre as medidas de segurança adequadas.

Obrigado Martín!

Gracias Luis Pedro por el apoyo que nos das a los kayasurfistas argentinos.

Buenas olas para todos.



Jorge Anchorena (1º), Gabriel Landini (2º) e José Luis Cabrera (3º). Em baixo: Hernán Mosquera, Leandro Perez y Martín López







SESSÃO DE KAYAKSURF - INVERNO 2007 - MAR DE PLATA / KAYAK MdQ







Trabalho publicado em 9 de Novembro de 2007

Texto - Luis Pedro Abreu

Fotos - Kayak MdQ

Vídeo - Kayak MdQ







VISITA A SECÇÃO MEGA!





MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA GATH



MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA ROBSON





HOME
ORIGINS OF SURFKAYAK
GEAR
SIT-IN MODELS
SIT-ON-TOP MODELS
WAVE-SKI SECTION
GREAT INTERVIEWS!
PHOTOS
VIDEOS

HISTORY OF THE CHAMPIONSHIPS
MOVES
SURFKAYAKING RULES
CALENDAR OF THE CONTESTS
FULL REPORTS
NATIONAL RANKING
LINKS!
MORE LINKS

SURF ETIQUETTE
NEWS TEAM
COURSES AND FORMATION
GREAT PICS!
CREDITS
FORUM
NEWS SECTION
WEATHER & WAVES



Copyright 2006 Todos os direitos reservados - Luis Pedro Abreu

kayaksurf@gmail.com