CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!


CLICK!
:: RANDY PHILLIPS ::









Randy Phillips

SURFISTA, PIONEIRO, DESIGNER


Randy Phillips - Fotos: Vince Shay


Randy Phillips, também conhecido como "R-Dog", vive em Lompoc e é um dos mais conhecidos kayaksurfistas da Califórnia. Todos o conhecem e todos sabem que ele é, de facto, um dos grandes embaixadores do kayaksurf norte americano. Hoje, como 54 anos, já diz que não corre atrás de uma competição com a ânsia de a ganhar como há uns anos mas não vira as costas a um bom evento competitivo. Foi ele o pioneiro a adaptar um set de finos no casco de um kayak (estávamos em 96). Criou mais tarde o primeiro surfkayak de raiz com finos (o UFO) e, a partir desse ano, em estreita colaboração com a Mega, desenhou para a conhecida marca britânica 5 surfkayaks. Colaborou com alguns dos melhores designers (Spike Gladwin, Leo Lekas, Vince Shay, Malcolm Pearcey) e, pelo meio, ainda arranjou tempo para organizar um dos mais míticos eventos do kayaksurf californiano que comemora este ano 12 edições consecutivas - a Jalama Expression Session. Acumulou títulos em provas individuais e como elemento da Selecção de Kayaksurf da Costa Oeste. Hoje, a sua vida empresarial - é presidente de uma conhecida empresa de materiais de construção - rouba-lhe muito do tempo que antes gastava nas ondas. Mesmo assim, Randy é um eterno apaixonado pelo mar. Já foi entrevistado por inúmeros meios de comunicação norte-americanos sobre a Jalama Expression Session e assume que o mar é o seu eterno escape. Surfa sempre que pode e tem um lema de vida que o acompanha nas ondas: "cede uma onda, ganha um amigo".

Algumas conquistas e experiências desportivas de Randy:

96 won K-1 in Santa Cruz,
99 Campus Point Festival won over 12' "Big Ugly" were we got a dry barrel in a tandem sit on top,
99 won US Championships Men's Internationals Masters,
99 World Championships member of the USA West National Team were we won the Worlds in Brazil,
02 Santa Cruz 2nd in HP,
02 West Coast Waveski Championships 2nd Masters H.P.,
02 & '03 Best in the West 1st for waveski vs surf kayaks.


Kayaks desenhados por Randy e/ou com a sua colaboração:

1996 - Colaboração no desenho do Necky Groovy. Mostrei ao Spike Gladwin (o designer deste kayak) onde colocar o set de três finos e esta colaboração veio a dar no primeiro surfkayak porduzido em série com finos.
1997 - Criei o UFO original (Undentified Floating Object) para o Mundial desse ano em Thurso na Escócia. Rusty Sage surfou-o e venceu a classe HP (poderia ter sido eu se não tivesse partido 5 costelas no dia anterior à prova).
1997/2000 - Com a ajuda de Leo Lekas, refinámos e melhorámos muita coisa no UFO usando epoxy, carbono/kevlar e airex. Criámos uma "sandwich" compósita muito leve e indestrutível. Apresentei esta tecnologia ao Malcolm e apliquei-a na Mega Kayaks em 2000 quando fiz o Predator - o primeiro surfkayak desenhado específicamente para as ondas da Indonésia. Ele detestou trabalhar com esta nova tecnologia. O Malcolm dizia-me que conseguia fazer 10 kayaks no tempo que gastámos para produzir este primeiro compósito. Hoje, o Malcolm elevou estas técnicas para outro nível a que chamou X-Tech e está a ser um sucesso!
2001 - Neste ano comecei a colaborar com a Mega. Eu desenhava os surfkayaks e ele construia e colocava-os no mercado. Esta colaboração deu para produzir cinco surfkayaks inspirados no UFO e muitos mais com as variações do Malcolm: Venom, Predator, Marauder, Prowler e o Intruder (este co-desenhado com o Vince Shay).


www.kayaksurf.net - Olá Randy! Em primeiro que tudo, parabéns pela tua grande carreira no mundo do kayaksurf. Vamos começar pela tua experiência… como é que começaste no kayaksurf?

RANDY PHILLIPS – Eu comecei em primeiro nas águas bravas em 1994 mas, infelizmente, o rio mais próximo da minha casa (Lompoc, Califórnia), ficava a 4 horas de distância. Aí, para melhorar a minha técnica, comecei por ir para o mar. O facto praticar surf de prancha há mais de 25 anos, possibilitou-me juntar os meus conhecimentos das ondas com os da canoagem. Apanhei por acaso uma onda no meu "Pirouette" e a semente estava deitada para o meu percurso no kayaksurf.



Randy Phillips / Fotos: Vince Shay



O "Pirouette" da Perception foi o teu primeiro kayak e, anos mais tarde, criaste o UFO. Conta-nos a história do primeiro kayak equipado com finos…

O UFO foi a minha primeira tentativa em desenhar e construir um kayak e surgiu do meu desejo em desenhar um kayak específico para surfar com a aplicação de três finos. Eu comecei em finais de 96, princípios de 97 devido à frustração do uso de kayaks de águas bravas nas ondas em que ficávamos muito aquém do desejado sucesso. Com a minha experiência do surf e no desenho de pranchas, decidi desenhar um surfkayak baseado na tecnologia usada para as longboards – baseei-me na configuração dos três finos em vez de aplicá-los simplesmente na base de um kayak. Depois de "shapar" em espuma laminada, usei resina de epoxy e carbono/kevlar de forma a obter pouco peso e uma boa resistência. O meu objectivo era ter este surfkayak pronto para estrear no Mundial da Escócia em Thurso 97 e usá-lo na recém-criada classe HP (Alta Performance), também designada (na altura) por freestyle. 200 horas depois e no dia antes de partir para a Escócia, estava pronto para competir. Depois de chegar a Thurso, tive oportunidade de ter uns dias de treino antes da competição. O UFO correspondeu às minhas expectativas e era tudo aquilo que eu procurava num kayak específico para surfar. Tinha um grande arranque, ganhava muita velocidade, era incrível a percorrer a parede, respondia muito bem às mudanças de direcção e surfava de uma forma incrível na parte mais crítica da onda. Eu estava pronto para ganhar a primeira edição da classe HP num mundial até ser abalroado nas costelas por outro kayaksurfista que competia comigo. Apesar da ida ao Hospital, dos analgésicos e das ligaduras, não havia hipóteses de continuar a competir. Por mero acaso, estava lá um jovem norte americano a competir que queria um surfkayak para entrar na classe HP. Eu emprestei-lhe o meu e o jovem Rusty Sage entrou com ele e ganhou o Mundial na classe HP!! Eu fiquei muito orgulhoso pelo resultado do Rusty porque surfou com o meu primeiro surfkayak e fê-lo ganhar um Campeonato do Mundo.




Randy Phillips / Fotos: Vince Shay



E hoje, o Rusty é o campeão do mundo na classe HP… como é que defines o surf dele?

Queres dizer… campeão do mundo "outra vez"! Eu já tive o privilégio de surfar com ele e contra ele em muitas ocasiões e em muitos spots de classe mundial e eu diria que, a melhor maneira de descrever o surf do Rusty é "dinâmico e muito consistente". O Rusty é um verdadeiro campeão e um admirável embaixador para o nosso jovem desporto. Ele tem a habilidade de brilhar em quaisquer condições. Eu já o vi alcançar a pontuação máxima em ondas muito fracas e pequenas, a desafiar grandes "bombas" na Indonésia em free surf e, em casa (Califórnia), entra sempre em qualquer tipo de condições extremas.

Para além do UFO, que outros surfkayaks desenhaste a partir daí?

Os MEGA Venom, Predator, Marauder, Prowler e Intruder (este desenhado em co-autoria com Vince Shay).




Mega Prowler, Intruder e Marauder / 3 dos surfkayaks da Mega desenhados por Randy Phillips (Intruder com Vince Shay)



Estás envolvido em algum novo projecto?

Eu tenho sempre na cabeça futuros projectos, mas nada escrito. Eu sempre tive uma paixão pelo design tipo "peixe" e gostaria de fazer um 7'4'' neste contexto. Qualquer dia, verás outro design do tipo UFO.

E algum dos mais recentes surfkayaks do mercado te impressionou pelo seu design?

Há muitos designers e construtores de "garagem" por todo o mundo que estão a criar grandes novidades e os considerados construtores mais fortes (as maiores empresas), também estão em grande evolução. Pessoas como o Vince Shay e construtores como a Mega ou a Murky Water, estão a contribuir em grande com os seus modelos para o nosso desporto. É bom para o desporto e essencial para todos nós, que tenhamos cada vez mais designers a apostar em novas ideias e tecnologias. Para além disso, evita a estagnação e a acomodação à sombra dos louros.

Outra grande iniciativa da tua autoria, é a realização da Jalama Expression Session (JES). Conta-nos como tudo começou e como se desenrola…

Eu comecei com a JES em 1996 com a ajuda do Scott McGuire. E tem-se realizado todos os anos desde essa data (esta ano faz 12 anos). A JES começou como uma forma de reunir kayaksurfistas de bom nível para uma sessão de "free surf" num ambiente não competitivo. Num evento onde não existem regras de admissão, júris ou regras – só é preciso sacar grandes manobras para serem apreciadas durante o barbecue de sábado à noite. O Adam Druckman da TEVA tem-nos apoiado desde o início com calçado gratuito e um grande projector de vídeo onde são exibidas todas as sessões de surf. O evento evoluiu ao longo dos anos e hoje inclui todo o tipo de surf (pranchas, surfkayaks, kite, etc), procura atrair novos surfistas e pretende ajudar a evoluir todos os outros. A JES tem tido uma média de 30-40 surfistas que vêm um pouco de todo o lado como da Inglaterra, Costa Rica, Brasil e presenças regulares da Costa Este dos EUA. É uma excelente oportunidade para partilharmos novas manobras, tecnologias e umas quantas cervejas.




Jalama Expression Session de 2007

Tu também fizeste parte da selecção norte-americana da costa Oeste no Mundial do Brasil (99) e, para além disso, já surfaste em paraísos como a Indonésia, o Panamá e as Fidji. Qual o melhor spot onde já surfaste?

Todos os spots onde eu já tive o privilégio de surfar pelo mundo têm ondas incriveis mas, de facto, o melhor surf do mundo é na costa oeste de Sumatra na Indonésia. Lá encontras o surf mais consistente, as ondas mais perfeitas, os paredes mais altas e os corais mais superficiais que adoram fazer sentir-te na pele a dor dos teus erros! Tu tens que pagar um preço para surfar neste paraíso mas não encontrarás onda melhor no mundo. Eu surfei pela primeira vez de kayak na Indonésia em 2000 quando fiu até lá filmar um vídeo para a TEVA (Liquid Lifestyles 2) para provar que um surfkayak podia verdadeiramente surfar as ondas da Indonésia.



Indonésia - as melhores ondas para Randy



E, em relação à selecção de kayaksurf da Costa Oeste... ainda colaboras com o Team?

Conseguir a qualificação da selecção da Costa Oeste e ganhar o Campeonato Mundial desse ano (1999), constitui a satisfação de um dos meus grandes objectivos no kayaksurf. Eu ainda participo, pelo menos, numa das provas de qualificação por ano - normalmente Santa Cruz - mas sem ganhar. As hipóteses de pontuar para a equipa são escassas ao participar num só evento. Eu adoraria criar outra equipa, mas há agora uma grande quantidade de novos talentos que contribuem muito mais para o sucesso da selecção do que a minha experiência da "velha escola". É tempo de mudar!

Eu li algures uma frase tua muito boa... "Cede uma onda e faz um amigo". Como é que vês a evolução nas relações que se estabelecem entre as diferentes tribos do surf dentro de água?

Eu acho que, com a excepção de alguns spots mais "apertados", o kayaksurf é geralmente bem aceite no seio do surf. Desde que sejamos responsáveis e respeitemos as mesmas regras que as outras comunidades surfistas. Os kayaksurfistas têm que ser vistos no mesmo patamar que os surfistas de prancha, kite, "paddle surfers", etc. Não há critérios diferenciados. Eu, particularmente, sinto que quando estou com o meu kayak num spot, podia ser um "predador de ondas" porque, provavelmente, consigo apanhar quase todas as boas ondas que quero. No entanto, é da minha responsabilidade passar uma boa imagem do nosso desporto e, como tal, "Cedam uma onda e façam um amigo!". Esta atitude vem com a experiência e, o facto de podermos apanhar mais facilmente a onda, não é para ser abusado. Devemos procurar sempre um respeito mútuo entre todos os surfistas.

Como é que vês o futuro do kayaksurf?

A minha visão em relação a este desporto, é vê-lo ao mesmo nível de performance que o surf de prancha. Esse deve ser o nosso objectivo para alcançarmos o mesmo nível de progressão e performance que os nossos irmãos do surf de prancha. Eles têm os seus objectivos e nós devemos igualmente procurar alcançá-los.



Randy Phillips / Foto: Vince Shay



Tens algum kayaksurfista que admires mais pela sua técnica, performance...

Eu tenho tantos amigos kayaksurfistas e tão chegados, que seria injusto destacar algum deles. Então deixa-me dizer-te, eu admiro todos os kayaksurfistas que estão connosco para desenvolver este desporto, novos designs, inovações na construção, organização de provas, patrocínios, e são também bons embaixadores para os muitos que querem experimentar o kayaksurf. Gosto também dos que são bons anfitriões deste desporto fantástico que temos o privilégio de praticar nas ondas.

Costumas participar em mais provas de kayaksurf (para além de Santa Cruz)?

Não tanto como estava acostumado. Eu costumava participar na maioria das provas de kayaksurf da Costa Oeste, algumas (menos) na Costa Este e outras por esse mundo fora. Mas, assim que me aproximo da idade da reforma, a minha empresa exige-me cada vez mais tempo e a ânsia de ganhar, já não é a mesma de outros tempos. Mas não se enganem! Se me apanharem num heat, farei tudo para ganhá-lo. Claro que adoro ganhar e esforçar-me para atingir o V de vitória mas é uma ideia que já não me consome como antigamente.




Randy Phillips / Foto: Vince Shay



Os teus sites favoritos na net...

O grande oceano é o melhor site do mundo.

Deixa-nos agora algumas sugestões para quem quer iniciar-se no kayaksurf...

Procurem treinar uma esquimotagem "de guerra", pratiquem, pratiquem, pratiquem e divirtam-se a fazê-lo. Respeitem os outros surfistas e procurem surfar com os mais experientes quando tiverem essa oportunidade. Eles irão ensinar-vos novas manobras. E, o mais importante: "Dêem uma onda, ganhem um amigo!"

Obrigado Randy!

"Dêem uma onda, ganhem um amigo"










VIDEOS WITH RANDY PHILLIPS AND OTHER GREAT SURFKAYAKERS AND DESIGNERS




Trabalho publicado em 10 de Outubro de 2008

Texto - Luis Pedro Abreu

Fotos - Vince Shay

Vídeos: www.centralcoasttoday.com







VISITA A SECÇÃO MEGA!





MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA GATH



MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA ROBSON





HOME
ORIGINS OF SURFKAYAK
GEAR
SIT-IN MODELS
SIT-ON-TOP MODELS
WAVE-SKI SECTION
GREAT INTERVIEWS!
PHOTOS
VIDEOS KAYAKSURF
VIDEOS WAVESKI

HISTORY OF THE CHAMPIONSHIPS
MOVES
SURFKAYAKING RULES
CALENDAR OF THE CONTESTS
FULL REPORTS
NATIONAL RANKING
LINKS!
ARTICLES

SURF ETIQUETTE
NEWS TEAM
COURSES AND FORMATION
GREAT PICS!
CREDITS
FORUM
NEWS SECTION
WEATHER & WAVES



Copyright / Todos os direitos reservados - Luis Pedro Abreu

kayaksurf@gmail.com