CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!
CLICK!


CLICK!
:: ROBERTA BORSARI - ACTIVIDADES DO KAYAKSURF CLUB ::








Report de Roberta Borsari

GALÁPAGOS 2009


Roberta Borsari surfing in Galápagos

Roberta Borsari

Roberta e Maurício Borsari já surfaram em grandes paraísos mundiais do surf. Os irmãos mais famosos do kayaksurf brasileiro, foram este ano a mais um destino de sonho: Galápagos. No ano em que se comemoram 200 anos após o nascimento de Charles Darwin, Bebeta e Maurício resolveram conhecer de perto o laboratório vivo que deu origem à teoria da evolução das espécies assinada pelo cientista britânico. Claro que, pelo meio de toda esta curiosidade científica, o surf sempre esteve na mira de ambos! Na bagagem, lá foram os surfkayaks. É mais um report com a assinatura de Roberta Borsari – nosso elemento NEWS TEAM. Passemos ao relato…

GALÁPAGOS – REPORT DE UMA KAYAKSURF TRIP

A escolha do destino de Galápagos se deu por 2 motivos: as ondas e o contato com os animais na ilha de Darwin. As ondas do arquipélago são conhecidas por sua força e exigência de técnica dos surfistas, pois a formação é de um fundo de pedra vulcânico irregular. A fauna exuberante, com espécies endêmicas são uma atração a parte que atrai turistas do mundo todo. Mas por mais que este seja um destino mundialmente conhecido as informações não eram exatamente precisas e não é tão fácil encontrar pessoas que já foram pra lá e podem dar todas as dicas, especialmente em se tratando de uma kayaksurftrip. Os acessos aos picos de onda, foram a principal preocupação, mas, mais tarde eu e o Maurício vimos que era bem mais fácil do que imaginávamos...





Saindo do Brasil são 3 vôos até chegar ao arquipélago: São Paulo-Lima-Quito-Galápagos...mas a viagem que parece longa apesar de continuarmos na América do Sul foi totalmente compensada quando se está perto de aterrisar na ilha. Afinal foi possível ver ondas perfeitas (e sem ninguém) de dentro do avião. Existem 2 aeroportos e um deles fica em San Cristovam, ilha destinada pra quem vai em busca do surf. Foi difícil segurar a ansiedade, mas assim que chegamos e tiramos nosso visto de 3 meses, que é o período máximo de permanência permitido para estrangeiros (nossa viagem seria de apenas uma semana), e depois de pegar nossas bagagens fomos surpreendidos pela dona da pousada que reservamos, que foi nos receber no aeroporto. De lá fomos guiados por ela direto para o pico de onda, checamos o local e na sequência fomos para a pousada pegar os caiaques e cair na água.



Vista aéra do avião à chegada às Galápagos



A ONDA PERFEITA

O primeiro pico foi El Canhão, com ondas de 1m até 1,5 nas maiores da série...uma onda onde a precisão é importante e não se pode errar o drop e muito menos a saída, uma vez que ela termina praticamente nas pedras...Além disso, tartarugas realmente grandes colocavam a cabeça para fora a todo momento e as focas ficam brincando e seguindo o caiaque...o contato com a natureza deste lugar é algo realmente especial e impacta logo de cara.




Naquele dia haviam na água apenas mais 3 surfistas, um brasileiro (sempre tem um brasileiro...) e 2 locais...então foi ótimo, pois deu pra ir testando a potência da onda, os limites e acima de tudo: fazer a cabeça com um surf incrível! A poder das ondas também impressionam e não é a toda que praticamente todos os picos do guia do wannasurf catalogam Galápagos para surfistas experientes ou então, alguns spots, para “kamikases”...meu irmão é super experiente e eu ficava imaginando em qual categoria eu pertencia...



Maurício Borsari




Maurício Borsari



A temporada de turismo e de onda é Dezembro, Janeiro e Fevereiro, podemos dizer que em Novembro já entram os grandes swells..aliás esta é uma característica de Galápagos...quando entram as ondas, chegam com cerca de 9 pés. Nós pegamos o final de um swell, onde tivemos mais um dia de onda surfando em Carola, uma praia logo ao lado da pousada onde é possível chegar remando....e depois mais uma vez em El canhão...pico preferido dos locais. Mas o que observamos e comprovamos é que também a entrada de swell não é tão constante assim. Encontramos 2 brasileiros que estavam indo embora e depois de ficar 15 dias na ilha surfaram apenas este swell...mesmo assim eles saíram de cabeça feita até o último fio de cabelo. Intercalando com o surf, o número de passeios e lugares maravilhosos que se tem para conhecer e curtir é muito variado.




As tartarugas gigantes são a atração mais famosa de Galápagos e é lindo ver aqueles animais imensos e tão dóceis. Entre as 4 espécies, uma delas já está extinta, uma existe apenas um exemplar conhecido como “Solitário George” e as outras duas estão espalhadas pelas diferentes ilhas. Sendo de cada espécie tem um casco diferente conforme o ambiente (seguindo a teoria da evolução de Darwin).





Os mergulhos também são excepcionais, sejam com as tartaturas, raias manta, tubarões ou leões marinhos. Dois lugares são imperdíveis! O mergulho na “Isla Lobos” onde as fêmeas de leões marinhos ficam com seu filhotes (uma maternidade) e é possível brincar com as foquinhas, que são muito curiosas, brincalhonas e dóceis (com exceção do macho dominante da colônia de demarca seu território e defende sua família). E o mergulho na linda (e sinistra) “Isla Leon Dormido” onde se passa entre a grande fenda para nadar com os tubarões martelo. Bom...isso para quem quer uma adrenalina a mais das ondas fortes...Nesta viagem tivemos como guia o Marco da Patagônia Ecomultiesportes que deu toda atenção e dicas! Eu recomendo!

Para quem está de caiaque, qualquer remada despretenciosa vira um passeio maravilhoso. Seja pela interação com os animais, os visuais incríveis e baías que se descobre. Não é necessário fazer só passeios comerciais para se divertir, basta caminhar cerca de 15 minutos da pousada para chegar a um lugar incrível para fazer snorkel com focas, tartarugas e uma variedade enorme de peixes e fauna marinha em geral.





A programação é intensa e cada dia é melhor que o outro. Surf, Bike, trecking, mergulho, remadas, observação de animais e tudo que seu preparo físico pode aguentar...a noite para recuperar nos abastecíamos com o “PF” (expressão brasileira para “prato feito”), neste caso composto por peixe, camarão, lagosta, saladinha, arroz e batata fritas – tudo isso por U$ 12,50....fico com água na boca só de lembrar!



Bebeta e Maurício



Vale lembrar que tudo isso refere-se a apenas uma das ilhas do arquipélago e ainda ainda pode-se visitar outras ilhas, ver vulcões, locais guardados pelos piratas, estátuas de civilizações passadas e outras atrações. Uma viagem muito especial, um lugar incrível, onde o respeito e o contato com a natureza impera.

PARA FAZER PASSEIOS >> PATAGÔNIA ECOMULTISPORTES
Contato: marco@patagoniaecomultisports.com.ec

www.ecuadoradventure.ec
www.galapagosadventure.com


Roberta Borsari




SLIDE SHOW COM MAIS FOTOS




Trabalho publicado em 29 de Dezembro de 2009

Texto - Roberta Borsari

Fotos - Maurício e Roberta Borsari






VISITA A SECÇÃO MEGA!





MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA GATH



MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA ROBSON





HOME
ORIGINS OF SURFKAYAK
GEAR
SIT-IN MODELS
SIT-ON-TOP MODELS
WAVE-SKI SECTION
GREAT INTERVIEWS!
PHOTOS
VIDEOS

HISTORY OF THE CHAMPIONSHIPS
MOVES
SURFKAYAKING RULES
CALENDAR OF THE CONTESTS
FULL REPORTS
NATIONAL RANKING
LINKS!
MORE LINKS

SURF ETIQUETTE
NEWS TEAM
COURSES AND FORMATION
GREAT PICS!
CREDITS
FORUM
NEWS SECTION
WEATHER & WAVES



Copyright 2006 Todos os direitos reservados - Luis Pedro Abreu

kayaksurf@gmail.com