CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

CLICK!

:: TOSHI NAGAOKE ::






Select from Portuguese to English, French, Spanish, etc






TOSHI NAGAOKE

Como vai o kayaksurf pelo Japão?


Toshi a surfar em terras do sol nascente


COMO VAI O KAYAKSURF PELO JAPÃO

Kayak quê? É a resposta que muitas vezes recebemos quando dizemos que fazemos kayaksurf. A novidade tem destas coisas e um dos objectivos primordiais do kayaksurf.net é promover esta mania de andar nas ondas de kayak para que, de futuro, todos reconheçam o kayaksurf. Colocada que está a questão da promoção primária do kayaksurf, passamos à segunda linhas de objectivos desta página – como vai o kayaksurf por esse mundo fora? Pois muito bem, a entrevista a Toshi Nagaoke é disso um excelente exemplo. Ao longo destes anos, o kayaksurf.net orgulha-se de já ter entrevistado kayaksurfistas oriundos de mais de 27 países. Do outro lado do mundo, já tivemos entrevistados australianos e neozelandeses e agora, chegou a altura de sabermos como vai o kayaksurf no Japão.


JAPÃO - O ARQUIPÉLAGO DO DRAGÃO


O Japão tem uma área aproximada de 378.000 Km². O seu tamanho corresponde de 1/25 dos Estados Unidos, metade do Chile, 1,5 vezes a Inglaterra e 1,3 vezes as Filipinas. A forma curiosa do seu arquipélago, assemelha-se a um dragão. Em 2000, a sua população rondava os 127.000.000 de habitantes, cifra que o coloca como o nono país mais populoso do mundo. Quarenta e quatro por cento (44%) dessa população acotovela-se nas três maiores metrópoles do país - Tóquio, Osaka e Nagoya, que ocupam seis por cento (11%) da área total do país. A cidade de Tóquio é um gigante urbano com quase 15.000.000 de habitantes – a nossa população não chegava sequer para preencher a capital – contribuindo para a elevadíssima densidade populacional do país.


OS DESPORTOS DO JAPÃO


Os japoneses adoram desporto. Inerente à sua cultura guerreira tão bem patente nos patrióticos conflitos imperiais que ao longo dos séculos foi alimentando, todo o japonês gosta de competir e de lutar para ganhar. A derrota é algo de humilhante para um povo que sempre se pautou pela honorificação dos seus samurais. O sumo, o judo são os desportos tradicionais mais praticados mas, na classe das “importações” do ocidente, lá pontuam agora o basebol e, claro, o futebol. A canoagem é algo sem grande expressão a nível nacional. Apesar das extensas praias e costas banhadas pelo Pacífico, o Japão não é particularmente rico em cursos de água doce – o que faz com que essa seja uma das suas grandes dependências externas. Com esta precariedade de rios, o kayaksurf tem-se assumido como uma alternativa quase lógica!


TOSHI NAGAOKE


Toshi Nagaoke

O nosso entrevistado é mais conhecido nos meandros da canoagem como Toshi. Tem 52 anos, acumula 17 de experiência na canoagem e é instrutor de canoagem acreditado pela Associação Americana da modalidade. Depois do windsurf e do kayak de mar, Toshi resolveu experimentar algo que não necessitasse constantemente de vento e que surfasse melhor do que um… kayak de mar. Ao frequentar o curso que tirou nos EUA, descobriu o kayaksurf e depressa se deixo conquistar. Hoje, é um dos pioneiros da modalidade no Japão e já representou o seu país em provas tão mediáticas como a de Santa Cruz na Califórnia ou no Mundial da Costa Rica de 2005. Toshi vive em Shimoda, na costa oriental do Japão a 130 km SW de Tóquio. Tem o mar por perto e não passa uma semana sem ir três a cinco vezes para as ondas sem o seu surfkayak. É uma conversa longínqua que nos deixa antever que, também pelo Japão, o kayaksurf ainda tem muito para dar!


KAYAKSURF.NET - Olá Toshi… começaste nas ondas com pranchas de windsurf mas sempre com os kayaks perlo meio. Conta-nos melhor toda a história…

TOSHI NAGAOKE – Tenho gerido duas escolas de canoagem situadas em frente à praia e pratico windsurf há muitos anos (até escrevi um livro sobre windsurf). O windsurf é muito divertido… saltar e surfar ao mesmo tempo, no entanto, e preciso vento forte para praticá-lo e nem sempre temos essas condições. Foi aí que comecei a procurar outros desportos que não necessitassem de vento e aí vi os kayaks de mar.

E depois dos kayaks de mar mas… como descobriste o kayaksurf?

Eu já surfava com kayaks de mar desde 1998 mas fiquei viciado em kayaksurf em 2000 quando tirei o curso de Instrutor Credenciado de Canoagem na Baía de Half Moon, Califórnia. Depois disso, comecei a praticar kayaksurf três a cinco dias por semana e agora acho que já me posso considerar um kayaksurfista.

Achas que, para praticar kayaksurf, a experiência de outros desportos de surf é sempre benéfica?

Sim, concordo. No meu caso, o wind surf ajudou-me muito no kayaksurf.

Tu estiveste no famoso festival de kayaksurf de Santa Cruz na Califórnia em 2004. Como é que correu?

Foi muito bom porque era a minha primeira vez numa prova de kayaksurf.

E no ano passado, no Mundial da Costa Rica… satisfeito com a tua experiência

Claro, e diverti-me bastante na Costa Rica! Competi na classe Masters e Grandmasters. Fiz uma viagem muito longa mas gostei de ficar conhecido por lá. O mais difícil era manter a resistência física em condições. Fiz muitos e bons amigos por lá e isso foi o melhor do Mundial. Outro aspecto positivo, foi ver como poderia fazer mais para promover o kayaksurf no Japão.

E a que outras provas internacionais tencionas ir agora?

Tenho pouca experiência internacional em provas de kayaksurf mas estou a ver se consigo ir a Mundaka em 2007.

E no Japão, onde costumas surfar?

Vivo perto da praia de Shirahama (sul da península de Izu) e é aí que costuma andar.

Praia de Shirahama



E agora sobre o Japão… como é que está por aí o kayaksurf?

Está mesmo no início. Tenho promovido o kayaksurf na minha página pessoal e já tenho classes de principiantes na minha escola.Estou também a representar a Murky Waters. Gostaria de demonstrar aos canoístas japoneses a diversão do kayaksurf. Há muitas praias no Japão e cada vez mais kayaksurfistas. Nas praias temos que ter cuidado com os outros surfistas na água porque já somos muitos.

E em relação às outras vertentes da canoagem… creek, decidas river running, slalom, etc. Qual é a mais popular entre os canoísta japoneses?

As desdidas de rios incluindo o slalom, freestyle e, muito próximo, os kayaks de mar.

Costumas participar em provas de kayaksurf?

Sim, costumo, no entanto, estão muito longe do nível dos mundiais – ainda não há nada com essa dimensão no Japão.


Toshi Nagaoke



Toshi Nagaoke

Então ainda não têm nenhum circuito de kayaksurf…

Não, ainda não.

Que surfkayak tens neste momento?

O TWIST da MURKY.


TWIST da MURKY WATERS



E em relação ao outro material… o que costumas usar?

Tenho pagaias da Warner e da AT. Capacetes da Gath e da Sweet e material da Astral e da Reed.

O que mais te assusta no mar…

Ventos fortes off-shore.

Quais as tuas manobras favoritas?

360's e cut backs. Também gosto de aéreos e rip-turns e como agora tenho um MURKY muito leve, talvez os consiga sacar!

E kayaksurfistas… há alguns que gostes mais pela sua técnica?

Vince Shay, Jim Grossman e, especialmente, as manobras fantásticas do Rusty Sage at Costa Rica.


Toshi Nagaoke


O que andas a ouvir neste momento no teu Ipod?

Salsa!

A tua página favorita de canoagem na net?

www.playak.com

E o que pensas dO kayaksurf.net?

É muito boa para quem quer iniciar-se no kayaksurf e permite-nos saber as notícias sobre o kayaksurf a nível mundial.

Obrigado Toshi e boas ondas aí pelo Pacífico!



Toshi a experimentar um MURKY + kayaksurf no Japão



TOSHI NAGAOKE WEB PAGE - TAKE A LOOK!


Trabalho publicado em 11 de Agosto de 2006

Texto - Luis Pedro Abreu

Fotos - Eiko Hayashi




VISITA A SECÇÃO MEGA!





MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA GATH



MAIS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA ROBSON





HOME
ORIGINS OF SURFKAYAK
GEAR
SIT-IN MODELS
SIT-ON-TOP MODELS
WAVE-SKI SECTION
GREAT INTERVIEWS!
PHOTOS
VIDEOS

HISTORY OF THE CHAMPIONSHIPS
MOVES
SURFKAYAKING RULES
CALENDAR OF THE CONTESTS
FULL REPORTS
NATIONAL RANKING
LINKS!
MORE LINKS

SURF ETIQUETTE
NEWS TEAM
COURSES AND FORMATION
GREAT PICS!
CREDITS
FORUM
NEWS SECTION
WEATHER & WAVES



Copyright 2006 Todos os direitos reservados - Luis Pedro Abreu

kayaksurf@gmail.com